Blog

Saiba o que é e como fazer gestão de riscos no agronegócio

Você sabe o que é gestão de riscos no agronegócio e a importância para garantir a saúde financeira e o crescimento do seu negócio?

Mesmo sendo um setor em plena expansão, que bate recordes todos os anos, o agronegócio também está vulnerável a instabilidades econômicas, inflação, clima e por aí vai. 

Por isso, um produtor rural prevenido mantém uma rotina constante de gestão de risco, a fim de identificar todos os fatores que podem prejudicar os negócios. Vem com a gente e aprenda a implementar esse processo na sua fazenda, confira!

 

O que é gestão de risco no agronegócio?

A gestão de risco nada mais é do que uma estratégia que visa a identificação de possíveis riscos que podem comprometer suas atividades ou a saúde financeira do seu negócio. 

Nesse sentido, empresas de diversos setores enfrentam os mais diversos riscos em seu dia a dia e suas fontes são as mais variadas. No caso do agronegócio, esse cenário também não é diferente.

Entre os riscos mais comuns do setor, podemos citar condições climáticas, instabilidade no mercado mundial, aspectos agronômicos e até problemas organizacionais.

Além disso, a sustentabilidade de uma fazenda também está relacionada com custos, receitas, financiamentos, produção, etc; portanto, equilibrar todos esses aspectos e também gerir os possíveis riscos é essencial para manter o seu negócio saudável. 

Lembre-se que qualquer evento negativo pode impactar as atividades da sua fazenda. Sendo assim, ter uma estratégia de gestão de riscos é fundamental. 

 

Como fazer uma gestão de risco eficiente?

Para fazer uma boa gestão de riscos há etapas importantes que todo produtor rural deve seguir, confira quais são elas logo abaixo:

 

Etapa de identificação

A etapa de identificação constitui-se por uma análise do histórico da sua empresa rural, no sentido de entender tudo o que ocorreu em safras passadas, tudo que deu certo e deu erradas, além dos problemas enfrentados nos últimos anos. 

Com isso, fica muito mais fácil saber quais os impactos negativos de cada situação para o seu negócio. 

 

Etapa de classificação

A fase seguinte é a classificação, onde é preciso mapear todos os riscos que podem ocorrer, fazendo, assim, uma categorização de cada um deles. 

Nesse sentido, a classificação dos riscos deve considerar a probabilidade dele acontecer e qual o seu impacto na saúde financeira e nas atividades da sua fazenda.

No caso da probabilidade, é importante classificá-las a partir de porcentagem, que varia entre 1% e 100% de acordo com a possibilidade de cada risco acontecer. 

O impacto está relacionado com as consequências que determinado risco pode gerar para a sua fazenda. Sendo assim, esses impactos também podem ser medidos como baixa, muito baixo, médio, elevado e muito alto. 

 

Etapa do plano de ação

Depois de classificar os riscos, é preciso criar planos de ações para cada um deles. Lembre-se que as estratégias devem ser específicas e fáceis de serem implementadas. Não se esqueça que em um momento de crise, a ação precisa ser imediata e eficiente. 

Por isso, documente cada plano de ação para cada tipo de risco, qual a probabilidade e os impactos na sua propriedade rural. 

Há um método muito eficiente para desenvolver um plano de ação, chamado 5W2H , que te ajuda a compreender melhor cada situação. 

Nele, você precisa responder perguntas como: O quê? Por quê?, Quem?, Onde? , Quando?, Como? e Quanto?. Ao responder essas questões, é possível traçar um plano efetivo para cada risco.

 

Monitoramento

A última etapa de uma estratégia de gestão de riscos é o monitoramento. Após conhecer os riscos e definir um plano de ação para cada um, é preciso acompanhar de perto a probabilidade e a execução do seu planejamento. 

Para que esse acompanhamento seja efetivo, definir indicadores de desempenho e criar uma rotina de monitoramento e controle. Isso porque, essas métricas te ajudarão a entender os cenários, auxiliando, assim, na tomada de decisão.

 

Conclusão

Entendendo o que é e como fazer uma gestão de riscos no agronegócio, fica mais fácil implementar essa rotina na sua fazenda. Se você deseja criar processos mais efetivos, práticos e otimizados, conte com a tecnologia. 

Dessa forma, para colocar essa estratégia em prática, o melhor caminho, sem dúvida, é investir no melhor sistema para a gestão de custos da sua fazenda.

Conheça a Econt Sistemas, um sistema que oferece soluções eficazes e essenciais para o Agronegócio, que faz esse cálculo de forma automatizada.

O nosso sistema possibilita uma gestão eficiente, precisa, produtiva e automatizada que une a gestão financeira e o gerenciamento da sua lavoura, integrando rotinas financeiras à gestão agrícola. 

Com o nosso software, sua fazenda conseguirá apurar todos os resultados usando os regimes de caixa e competência ora aprendidos simultaneamente.

Sem contar que é possível ainda emitir documentos eletrônicos, fazer gestão de contrato de grãos, pedidos de compras, controle de rentabilidade, gerenciamento do fluxo de caixa, colheita e produtividade, romaneio, planejamento de safra e muito mais.

Acesse o nosso site e entenda melhor como o nosso sistema pode te ajudar a fazer a gestão financeira e contábil da sua Fazenda

Leia mais: