Blog

Contabilidade Rural: dicas para não ficar no vermelho

Como está a contabilidade rural da sua fazenda? Se você não tem muito controle sobre esse departamento, saiba que essa ferramenta é essencial para garantir a saúde financeira da sua propriedade, auxiliando também em tornar a gestão mais saudável e eficaz.

Lembre-se que o resultado de uma contabilidade rural bem-feita é o aumento da lucratividade do seu negócio. Isso porque, esse setor traz informações importantíssimas na hora de tomar decisões.

Além disso, não podemos esquecer que a contabilidade rural também é responsável por fazer o controle das obrigações fiscais. 

Vem com a gente e saiba como fazer a contabilidade do jeito certo para não ficar no vermelho. Confira!

 

O que é contabilidade rural?

Mesmo que você já saiba o que é contabilidade rural, é importante esclarecermos todos os pontos desse assunto. 

A contabilidade rural consiste em uma atuação que tem como foco o patrimônio da sua propriedade. Dessa forma, ela é responsável por analisar questões, como receitas, despesas, insumos, empréstimos, equipamentos, terra, etc. 

 

Como fazer a contabilidade rural corretamente?

A contabilidade rural deve levar em consideração as mais variadas características da atividade em uma fazenda.

Por isso, para uma contabilidade rural eficiente, é preciso que os profissionais envolvidos nesse setor conheçam todos os pontos que merecem atenção para ter em mãos dados mais precisos. 

Então, confira os principais aspectos para observar na hora de fazer a contabilidade rural. 

 

Inventário rural

Nesse processo, o setor contábil precisa fazer o registro do valor patrimonial da sua propriedade, pois, dessa forma, é possível analisar os ativos e passivos.

Para isso, é preciso registrar qual o estoque de produção, contas a pagar e receber, qual o capital disponível em conta, quantidade de equipamentos e maquinários, etc.

 

Registro de perdas

É normal que em uma fazenda haja perdas das mais variadas, como pragas, incêndios e tempestades, por exemplo, que afetam o cultivo, comprometendo, assim, as atividades.

Por isso, ao fazer a contabilidade rural, é preciso registrar essas perdas e classificá-las como despesas não operacionais, já que essas situações são consideráveis variáveis, pois elas não podem ser controladas.  

 

Tipo de cultura

Outro aspecto que precisa ser levado em consideração na contabilidade rural é o tipo de cultura usada na sua fazenda. Nesse sentido, existem as culturas temporárias, que são de curto ou médio período, e as permanentes, com um ciclo maior, mais de um ano. 

Na cultura temporária, é menor do que 12 meses. Por conta de um prazo curto, é preciso plantar novamente, necessitando, assim, de ativos circulantes que dão retorno mais rápido. 

Não esqueça de incluir custos com mão de obra, produtos e combustível. Já na cultura permanente, o ciclo é maior e, portanto, os insumos usados precisam ser classificados como ativos não circulantes, que dão resultados a longo prazo.

 

Ciclos operacionais

Nesse processo, o ciclo operacional também precisa ser levado em consideração, pois, o ciclo produtivo é variável com base no tipo de cultivo. 

Com isso, nem sempre o ciclo operacional está relacionado com o ano fiscal. Por isso, entenda o ciclo de cada cultura usada na sua propriedade rural. 

 

Registros contábeis

Outro processo na contabilidade rural são os registros contábeis, que devem incluir despesas, custos e receitas. Sendo assim, o profissional precisa fazer os cálculos de impostos, custos trabalhistas e encargos financeiros, por exemplo 

Outro cuidado importante é ficar de olho em outros aspectos, como estoque, custos com os animais, avaliações de bens, custos diretos, despesas pré-operacionais e operacionais, ativos circulantes, permanente imobilizado, etc. 

Vale lembrar que a escrituração contábil das atividades rurais é um procedimento obrigatório e deve ser feita seguindo um plano de contas, que serve de parâmetro para a elaboração das demonstrações contábeis. 

 

Elabore o fluxo de caixa

A elaboração do fluxo de caixa é essencial na contabilidade rural, pois, com ele, é possível acompanhar as entradas e saídas financeiras da sua fazenda.

Sem contar que esse processo disponibiliza ainda dados sobre o saldo disponível e o capital de giro. Nesse caso, é preciso registrar custos e recebimentos.

 

Invista em um software de gestão agrícola

Se você quer ter uma contabilidade rural efetiva, o ideal é investir em um software de gestão agrícola, pois, esse sistema ajuda a controlar e reunir os dados da sua propriedade rural. 

Como a estrutura contábil da sua fazenda é muito ampla, é preciso ter o auxílio de sistemas que te ajudem a controlar as informações e reunir os dados em um único lugar. 

Na hora de contratar um sistema, conheça o Econt Sistemas, um sistema que oferece soluções eficazes e essenciais para o Agronegócio.

 

Conclusão

Agora que você já entendeu como fazer a contabilidade rural de forma adequada, chegou a hora de colocar as nossas dicas em prática.

Se deseja automatizar as suas operações, fale conosco e conheça as funcionalidades e vantagens do Econt Sistemas, que possibilita uma gestão eficiente, precisa, produtiva e automatizada que une a gestão financeira, contábil e o gerenciamento da sua lavoura, integrando rotinas financeiras à gestão agrícola. 

Com o nosso software, sua fazenda conseguirá apurar todos os resultados usando os regimes de caixa e competência ora aprendidos simultaneamente.

Sem contar que é possível ainda emitir documentos eletrônicos, fazer gestão de contrato de grãos, pedidos de compras, controle de rentabilidade, gerenciamento do fluxo de caixa, colheita e produtividade, romaneio, planejamento de safra e muito mais.

Acesse o nosso site e entenda melhor como o nosso sistema pode te ajudar a fazer a gestão financeira e contábil da sua Fazenda

 

Leia mais:

Como Fazer Planejamento de Safra

Confira as principais tendências do agronegócio para 2023

Importância do Controle de Custo de Produção por Hectare e Como Calcular