Venda antecipada aumenta e mato-grossenses vendem mais de um terço da produção

Os produtores de Mato Grosso já negociaram mais de um terço da safra 2018/19 que ainda está sendo plantada. Conforme o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), os sojicultores do Estado venderam 33,8% da produção, aumento de 12,5 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano passado.

As cotações explicam. Em Mato Grosso, a saca da soja chegou a um preço de referência de R$ 75, em Rondonópolis, por exemplo. No mesmo local, há um ano atrás, tinha média de R$ 62,30. Outro exemplo é a praça de Paranaguá (PR), onde o preço da saca variou de R$ 71 para R$ 89, em um ano.

Até agora, a região mato-grossense que mais vendeu soja antecipadamente é a Norte, com 42%. As regiões Noroeste (40,3%), Centro-Sul (38,4%), Médio-Norte (36,7%), Nordeste (35,6%), Oeste (31,7%) e Sudeste (23,6%) aparecem em seguida.

Mato Grosso registrou, na última semana, um avanço de 23,1 pontos percentuais no plantio de soja. Foi a maior evolução da semeadura para o período, conforme a série histórica do Imea. Com o resultado, o Estado já plantou 50,4% dos 9,6 milhões a serem cultivados na safra 2018/19.

O Imea estima que Mato Grosso irá produzir, na safra 2018/19, 32,3 milhões de toneladas de soja, 0,64% a menos que na safra anterior, quando foram produzidas 32,5 milhões de toneladas.

Fonte: Só Notícias 

Compartilhar este Post

Comentários (0)

  • Nenhum Comentário para este Post!

Enviar Comentário



Redes Sociais